Leishmaniose Canina

Dra. Tamires Antolini Fernandes

Dra. Tamires Antolini Fernandes - CRMV-SP 39.185

Leishmaniose canina tratamento e prevencao

A doença Leishmaniose Canina (também chamada de Doença do Mosquito ou Doença da Picada do Mosquito), é uma doença dos cães provocada por um parasita (protozoário “Leishmania”) que é transmitido pela picada do mosquito (Flebotomo). A Leishmania (parasita) invade diversos órgãos podendo causar anemia, aumento de linfonodos, aumento de fígado, baço, atinge rins e pele, entre outros órgãos, causando lesões de diversas extensões e gravidade, e que pode levar o animal a morte.

DEVEMOS RESSALTAR QUE A DOENÇA É TRANSMITIDA DE CÃO PARA CÃO E DE CÃO PARA HOMEM APENAS PELA PICADA DO MOSQUITO INFECTADO.

A infecção acontece da seguinte maneira:

> é necessário o mosquito picar um cão infectado e ingerir o parasita (Leishmania);
> passar aproximadamente uma semana para que os parasitas (dentro do mosquito) se tornem infectantes;
> e por último esse mesmo mosquito picar um animal e/ou homem.

Sintomas da doença

A Leishmania multiplica-se na medula óssea, no baço e nos gânglios linfáticos, e os sintomas são diversos, sendo que os animais doentes podem apresentar um ou mais sintomas:

> Aumento exagerado das unhas;
> Perda de peso;
> Apatia;
> Debilidade;
> Feridas de pele que não cicatrizam;
> Feridas na bordas das orelhas;
> Lesões oculares;
> Falha de pêlos ao redor dos olhos;
> Sangramento pelas narinas;
> Incordenacão.

Diagnóstico da Leishmaniose nos cães

É feito através de sorologia para detectar o parasita, punção de gânglios (linfonodos) aumentados e/ou ainda coleta de material da medula óssea.

Prevenção da Doença

> Com habitar crepuscular e noturno, podem ser encontrados ao redor das residências, em locais sombreados e com material orgânico (galinheiro, chiqueiro, canil, lixeira, etc) e também em seu interior;
> Uso de coleiras repelentes em animais, mais especificamente coleiras que contém em sua composição Deltametrina nas quais o Flebotomo (mosquito) é sensível;
> E a vacinação que hoje tem sido muito utilizado pelos médicos veterinários como método preventivo;
> Sendo ideal a junção da vacina mais a coleira.

leishmaniose em rio preto

Manter seu animal saudável, vacinação em dia, uso de repelente, evitar passear em locais úmidos e sombreados nas quais você não saiba se é um local livre ou não do mosquito.

“PREVENIR É A MELHOR FORMA DE AMAR SEU AUMIGUINHO!”

Matéria por Tamires Antonili | CRMV n. 39185

como tratar
como prevenir

Informações extras sobre Leishmaniose:

sintomas de leishmaniose

Dúvida em diagnóstico:

A confirmação do diagnóstico só se dá com exame de sangue em laboratório específico. Os sintomas são claros e é preciso ficar com atenção em: feridas na pele com difícil cicatrização, descamação seca da pele, pelos quebradiços, nódulos na pele, úlceras, febre, atrofia muscular, fraqueza, anorexia, falta de apetite, vômito, diarreia, lesões oculares e sangramentos. Para fazer um contato agora, clique aqui.

Gravidez e Saúde

Vacina e leishmaniose:

A vacina é visceral, não cutânea, e confere proteção superior a 92% e já protegeu mais de 70.000 cães vacinados em todo o Brasil. É importante ressaltar que os animais vacinados apresentam resultados negativos nos kits ELISA atualmente licenciados pelo MAPA (Kit Biogene e Kit Bio-Manguinhos). O programa vacinal deve ser associado a outras medidas de controle, como combate ao inseto vetor (flebótomo), com a aplicação de inseticida no ambiente e o uso de produtos repelentes no cão. Para fazer um contato, clique aqui.

Ultrassom Portátil

Coleira Scalibor:

A coleira Scalibor® protege o seu cão contra flebótomos, moscas e auxilia no controle dos carrapatos e pulgas com alta eficácia. Imediatamente após a sua colocação no pescoço do cão, começa a liberação do seu princípio ativo, a Deltametrina. Este se distribui de forma rápida e uniforme pela pele do cão até atingir todo o corpo. Para fazer um contato, clique aqui.

Instagram @clinicadra.dorisbruder

Matérias em destaque:

Leishmaniose em Cachorro Tratamento e Prevenção
doença do carrapato
Tratamento de câncer com eletroquimioterapia
ultrassom veterinário em rio preto
cirurgia com anestesia inalatória em rio preto
glândula anal inflamada
Limpeza Dentária Canina
Eletroquimioterapia em cães e gatos
Anestesia inalatória em cães e gatos
Ultrassom para cães e gatos
Dicas para cachorro fazer xixi no lugar certo
Eletroquimioterapia como tratamento para cães e gatos