Cachorro com medo de fogos, chuva ou outro - Como amarrar um pano para amenizar o medo

pano amarrado tira medo de cachorro

Final de ano reúne uma gama de problemas psicológicos para nossos amiguinhos.
Temos tempestades de verão com seus trovões super assustadores, rojões das festas com seus fogos de artifício, assim como em outras épocas do ano com campeonatos de futebol e afins.
A profissional Linda Tellington Jones criou o método usando sua experiência com cavalos e estes animais passou a usar uma amarração de pano para mantê-los mais aliviados e amenizar o nível de estresse.
O procedimento extramente simples serve igualmente aos cães.
Esse procedimento é chamado Tellington Touch, é baseado em técnicas desenvolvidas por muitos anos com profissionais da área.
Sim, funciona!

como amarrar pano em cachorro com medo

Não espere que seu amiguinho "perca" o medo, não é isso que vai acontecer.
Ele vai ter medo, porém é como se ele estivesse em "seu abraço", ele ficará mais confiante e menos tenso.
O nível de estresse e medo de alugns cães chegam a um ponto que desequilibra totalmente o intestino, ele passa a não comer, pode ter salivação, vômito e até criar um sistema de pânico capaz de levá-lo perto da loucura.
Em alguns casos o desespero do cãozinho o põe em risco até de vida, tentando "fugir" do local, pode ficar preso em portões, se machucar cavando em portas, trombando em móveis e até escapar de sua casa e ir para a rua, como acontece aos milhares, todos os anos.
O método do pano é uma amarração que cria uma leve pressão sobre pontos de músculo que acumulam o estresse. Essa amarração cria um "contra-peso" que alivia o estresse e facilita a circulação dos pontos afetados.
Em alguns casos o cão se encolhe, virando uma "vírgula". A amarração completa pode ter o pano passando por baixo da cauda do cãozinho, inibindo o cão a se encolher. Evitando que ele entre nessa posição você consegue mantê-lo afastado da posição que o mantém escravo do medo e isso alivia a tensão.
Sim, é uma questão de "postura corporal" que evita a sobrecarga de energia em pontos musculares e mantém livre a circulação sanguínea correta. Isso ajuda a evitar que o efeito dominó que leva a má postura, cria sobrecarga muscular, obstrui a correta circulação e tudo isso acaba por agravar o medo aprisionando-o na postura prostada de "vírgula".
Fazer um cão sair do completo estado de medo pode levar horas.
Evitando que o cão entre nesse estado de completo medo você pode fazer com que ele após ouvir um rojão ou trovão ele possa se recuperar do susto muito rapidamente e assim manter seu psicológico de forma positiva.
Isso o mantém mais fácil de se recuperar de cada estágio do medo e voltar ao estado de segurança rapidamente, não deixando-o a entrar no último estado do medo que é de desespero, de tentativas de fuga, males estomacais, intestinais e coisas do gênero.
Tudo isso com um simples "paninho"!

como tirar medo do cachorro amarrano um pano

Mas tenha certeza que seu cãozinho não ficará sozinho, esse pano pode prendê-lo a móveis e levá-lo à estágios de medo ainda piores.
Ele pode tentar se livrar do pano e até ficar preso nele, causando problemas grandes.
Não aperte as amarras, não é preciso "apertar", a ideia não é prender a circulação e sim evitar que o cão altere sua posição corporal para uma posição de medo (curvado como uma "vírgula").
Faça, vale a pena! Fique junto dele para ter certeza que o paninho vai ajudar e não piorar.
Se puder, depois compartilhe a ideia com a gente e diga como foi a experiência! Use o acesso abaixo para comentários compartilhados no Facebook.



Informações Adicionais:

ferida que não sara pode ser câncer em cachorro

Roupas prontas:

Sim, no mercado há opções que são como roupas, vestem e dão a pressão necessária com velcro. Ajudam muito, mas a variedade em tamanho e modelos acabam dificultando a compra e até para encontrá-las. Fica mais fácil e simples fazer o uso com pano. Para fazer um contato agora, clique aqui.

Caroços e inchaços podem significar câncer

Amarração simples:

Em alguns casos em que o cão não tem tanto medo pode ser feita a amarra simples, apenas cruzando o pano entre o peito e o abdômen, passando pelas costas. Fácil e rápido. Para fazer um contato, clique aqui.

mudanças de hábitos repentinos podem indicar câncer em cachorros

Meia amarração:

Essa é a opção mais recomendada, ela segura melhor o tórax, abdômen e costas, fica mais perto de um abraço de verdade. Para fazer um contato, clique aqui.

perda de peso e falta de apetite pode indicar câncer em cachorro

Amarração completa:

Essa requer mais precisão do dono ao fazer a amarração que ao passar atrás da cauda do animal evita que ele entre no estado submisso do medo em forma de "vírgula", a posição que o cão fica todo curvado e o mantém em estado refém do medo. Essa amarração completa requer conhecimento, não faça sem a ajuda de um profissional. Para fazer um contato, clique aqui.

Instagram @clinicadra.dorisbruder

Matérias em destaque:

Leishmaniose em Cachorro Tratamento e Prevenção
doença do carrapato
Tratamento de câncer com eletroquimioterapia
ultrassom veterinário em rio preto
cirurgia com anestesia inalatória em rio preto
glândula anal inflamada
Limpeza Dentária Canina
Eletroquimioterapia em cães e gatos
Anestesia inalatória em cães e gatos
Ultrassom para cães e gatos
Dicas para cachorro fazer xixi no lugar certo
Eletroquimioterapia como tratamento para cães e gatos